segunda-feira, 18 de julho de 2011

MESTRE KUTHUMI: COORDENADAS PARA UM NOVO ANO



        Que a Força de todo o Comando e de todos os Mestres Ascensionados estejam em seus corações.
        Hoje finalizamos um ciclo, um ano, e vamos dar entrada a um Ano Novo. Devo dizer que custamos a convencer este instrumento que aqui está, lutamos contra os seres que a dominaram para não estarmos aqui, porque agora, a partir de agora, daremos condições a vocês de um novo período, uma nova etapa em suas vidas.
        Como Eu tenho conhecimento de tudo, penso ter, não tenho totalmente, porque não Sou o Senhor do Universo, mas de tudo o que vai acontecer a Gaya.
E tenho certeza da firmeza, da força que vocês vão dar a estes Cinturões neste ano que começa, um ano que vai ser de confirmação, de grande decisão e de firmeza.
        Nós queremos que estes Cinturões tenham como fonte  principal a Chama Violeta, já incluída no tempo previsto da Meditação, para que todos os seres sejam tomados por Ela, para transmutar toda a energia negativa que está dominando todo o Planeta e dominando a este país.
        Pedimos também que vocês estejam firmes, conscientes, jogando muita energia para este instrumento, porque ela vai ser atacada e vai querer desistir, mas não permitem que isto aconteça, porque este Cinturão é a Fonte de tudo o que vai acontecer neste ano que começa.
        Peçam ajuda a ela, mais não abusem, esgotando a sua energia, porque querem fazer deste instrumento um canal para fazer limpezas. Essa não é sua tarefa, e muito menos prever acontecimentos, e sim, trazer as mensagens enviadas por Nós, para abrirmos Portais, para limparmos situações e este lar, para isto é que este instrumento serve.
        Fui claro e decidido! É isto que queremos dizer, porque como estamos prevendo um ano difícil, um ano de grandes decisões, precisamos dela com firmeza, com saúde e equilíbrio, para podermos usar dessas Meditações para que neste Planeta corra tudo à contento.
      O que houve agora, no mês passado, é o que vai acontecer constantemente neste país. Eu acho que não há necessidade de lembrarmos o que foi, a calamidade que houve. (favela do Morro do Alemão no Rio) Os seres saíram de todos os poros, mais do que conseguimos supor. A guerra não foi só no plano físico, mais no plano astral e muito maior do que vocês viram no físico.
        Que a Paz esteja em seus corações. Vibrem por esta Paz!
       
        Muito obrigado por esta oportunidade.     


        Nova Friburgo, 16.12.2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário